segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Belo Horizonte cancela duas linhas do BRT




O trânsito em Belo Horizonte piora claramente! Quem trafega diariamente, em ônibus ou veículos particulares, pelas principais vias da cidade, em horário de pico, conhece muito bem a situação atual. São horas intermináveis de espera até chegar em casa, em congestionamentos gigantescos, causados simplesmente por tráfego em excesso.
Mesmo com o trânsito em caos e o sistema atual do metrô ultrapassado e ineficiente, foi decidido descartar a expansão do metrô para o Mundial de 2014, e usar os BRTs. Em síntese, são mais ÔNIBUS para resolver o problema dos ÔNIBUS da cidade. Genial, não é mesmo!?

Devemos olhar os dois lados, é claro. O sistema BRT tem lá suas eficiências. O transporte de alta capacidade por ônibus, em vias de tráfego exclusivo e estações de pré-pagamento deverão ajudar o trânsito de algumas das principais vias da cidade. Seria mais eficiente se englobasse toda a cidade, mas nossa amada prefeitura optou por, inicialmente, concentrar os corredores nas avenidas Antônio Carlos/Pedro I, Cristiano Machado, Catalão e Pedro II. Ótima notícia para os habitantes do vetor norte da capital, e só para eles.

Porém na última semana a prefeitura surpreendeu novamente, e anunciou que os projetos do BRT nas avenidas Pedro II e Catalão (Carlos Luz) estavam oficialmente cancelados. O motivo seria o alto custo das desapropriações, que segundo o jornal "O Estado de S. Paulo" custariam R$ 153 milhões, ao invés dos R$ 83 milhões inicialmente planejados. No lugar, seriam implantados corredores exclusivos de ônibus, apenas. Mas que maravilha!

Agora refletimos.

O metrô existe desde 1986. A Copa é oficialmente do Brasil desde 2007. BH foi confirmada como sede em 2009. Estamos em 2011 e decidem cancelar até o BRT!

Analisando essas datas, percebemos que se passaram 25 anos em que o metrô poderia ter sido totalmente reformado e ampliado, nos padrões internacionais (sonha). Depois, 7 anos para fazer as linhas 2 e 3, o mínimo que a cidade merece. Passamos a ter 5 anos para construir uma rede de BRTs eficiente. Agora temos 3 anos e vamos construir duas linhas de BRTs, nas avenidas Antônio Carlos e Cristiano Machado, que deverão beneficiar 1/7 da população metropolitana, por alto.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More