domingo, 21 de fevereiro de 2010

Atlético x Cruzeiro - Os dois lados da moeda

Ontem Atlético e Cruzeiro se enfrentaram no Mineirão pela sexta rodada do campeonato mineiro. Como todo jogo - clássico principalmente - não poderia deixar de ter polêmicas. Traremos a análise de dois torcedores, um atleticano e uma cruzeirense.

O atleticano Bruno Muniz, do blog http://galoparasempre.blogspot.com e a cruzeirense Lilian Ancântara do blog http://gol-de-letras.blogspot.com, darão seus palpites sobre o jogão de ontem.

Primeiro Bruno que fez uma análise mais explicada:

Análise alvinegra

O Jogo
No primeiro tempo, o jogo foi equilibrado. Ambas as equipes tiveram boas oportunidades. Diferente das outras partidas o técnico Vanderley Luxemburgo optou pelo esquema 4-4-2, saindo Obina e entrando Renan Oliveira. Já que, vinha usando o 4-3-3. No início, o Galo jogava mais nos erros do Cruzeiro, e criou chances incríveis de gol. Uma delas, Diego Tardelli quase fez um golaço, ele encobriu o goleiro Fábio, mas Leonardo Silva salvou. O Atlético teve outras chances, mas não aproveitou.


Entretanto, pra variar, veio a bendita joga aérea. Cobrança de escanteio, como sempre defesa mal posicionada, zagueiro Gil chutou a bola, que desviou em Leandro. Aliás, esse gol deveria ser considerado contra, porque ia pra fora, mas, o juiz deu para o Gil.

Porém, aos 30 minutos, o equatoriano Jairo Campos, que jogou muito bem, muita raça, empatou para o Galo. Coincidentemente também em jogada aérea. Um detalhe importante, é que o Atlético jogou mais nos lançamentos, o que deu certo. O primeiro tempo terminou em 1 a 1, resultado justo no primeiro tempo.

No entanto, veio o segundo tempo, e com ele, um domínio do Galo, e erros da arbitragem. Não tem como negar, o Atlético foi melhor que o Cruzeiro na segunda etapa. E ao contrário do que diz o presidente celeste Zezé Perrella, o esquema tático do Luxemburgo engoliu o do Adilson. Galo dominou, mas parou nos erros de finalização e em um erro da arbitragem. O Cruzeiro simplesmente não conseguia jogar, parava na boa marcação do alvinegro.

Logo aos 2 minutos de jogo, aconteceu o grave erro do auxiliar Jair Albano Félix. Muriqui tocou pra Diego Tardelli na pequena área marcar, mas o bandeirinha assinalou impedimento. Totalmente equivocado. Tardelli estava, e muito, atrás da linha da bola. Um erro que sim, influenciou e muito o resultado final da partida. Não podemos ser hipócritas de dizer que foi um erro normal, que não mudou nada, que acontece.

Enfim, foram criadas outras oportunidades, não aproveitadas. Muriqui abusou de perder gols, Obina também teve uma grande chance, depois de cruzamento cabeceou paras as redes, mas, pelo lado de fora. Luxemburgo querendo ganhar o jogo fez, primeiramente, duas substituições, tirou Renan Oliveira, que não fez uma boa partida e colocou Obina. Além disso, tirou Ricardinho bastante cansado e colocou Júnior. Boa alteração? Ao meu modo de ver sim, Obina é jogador de área e o alvinegro estava perdendo muitos gols. E o Ricardinho cadencia muito o jogo e o cansaço era grande.

Aos 37 minutos, o Cruzeiro fez o segundo gol, e como? Isso mesmo, jogada aérea de novo. E quem deveria ta marcando o Léo Silva? Sim, o Werley, que até fez um bom jogo, mas ta pecando muito em jogadas aéreas.

Aos 43 minutos, a defesa atleticana bobeou, deixaram o Roger sozinho pensar, olhar, ajeitar e bater, Cruzeiro 3 x 1. Detalhe importante, Carini tava adiantado. Mas, tudo bem, dessa vez a culpa não foi dele e sim da marcação.

Análise final

Enfim, vimos que o Atlético MG evoluiu e muito, e tende a evoluir cada vez mais. Time jogou bem melhor que nos últimos jogos. Já podemos ver a cara do Luxemburgo no time alvinegro. Posso até afirmar torcida atleticana, o Galo vai nos dar muita alegria ainda, escuta o que eu estou falando, vamos comemorar muito.......

Análise celeste


Como sempre, houve lances polêmicos. Um gol legítimo foi anulado enquanto um pênalti (e uma expulsão) foram ignorados. O segundo gol alvinegro poderia até ser legitimo mas no primeiro Tardelli estava impedido. Notem que ele está voltando de impedimento.
Pra mim o juiz não interferiu no resultado da partida!

Vamos ao que interessa. O Atlético marcou bem os atacantes e subiu bem aproveitando as falhas do lateral-esquerdo D.Renan. Mas Adilson Batista garantiu a vitória consertando os erros com a entrada de Pedro Ken e Roger. O que nos garantiu a vitória, ganhamos na tática.

Mais uma vez o Cruzeiro impôs sua superioridade em campo, decidindo a partida nos momentos finais. Mostramos maioria também na arquibancada, com maior presença e a Operação Flanelinha, que todo mundo deve ter ouvido falar por aí.

Pra mim o resumo é este, o Cruzeiro teve algumas dificuldade mas soube sair delas e o Atlético - MG continua precisando de vários ajustes, é por isto que até dado momento contam com apenas uma vitória no fraco Campeonato Mineiro.

Especial de Bruno Muniz e Lilian Alcântara
(Foto: SuperEsportes)

10 comentários:

Lílian Alcântara disse...

Tirando a opinião cega do Bruno, que apesar de escrever bem e analisar bem a partida não consegue aceitar que dos dois gols alvinegros o nulo foi validado e o validado foi anulado (não houve melhoras nem pioras pra eles) e pro lado celeste é que atrapalhou bastante, com um jogador expulso e o pênalti teriamos vencido muito mais facilmente, mas como vencemos mesmo sem isto considero que não alterou o "resultado" da partida e sim o placar. Abraços

Bruno Muniz disse...

A análise da Lilian tem um problema, não foi pênalti no Kléber. Ele prendeu o pé do Werley primeiro, depois werley chutou ele. Ou seja, cartão amarelo pro atacante cruzeirense, que seria expulso, falta de ataque, só que teve vantagem e vermelho para o Werley, afinal, uma agressão não justifica a outra. O 1º gol do Galo na minha opinião não houve impedimento, ficam tentando arrumar lances para encobrir o erro do juiz. Mesmo assim, é notável que os auxiliares vem errando e muito, acho que precisam de alguma tecnologia nova para ajudá-los. Ainda sou a favor da tela mostrando o lance, mas ficam com essa frescura que assim estariam trocando o homem pela máquina.....

Por enquanto é só.....

Abraços

Clítia Milagres disse...

Pela 1ª vez a arbitragem foi isentade qualquer culpa e pra mim foi bem.Quem apareceu mais uma vez que todo mundo foi o técnico Luxemburgo.
Foi um bom clássico onde mais uma vez venceu o melhor e o mairo de Minas
Dá-lhe Zero!!!

Claudio Henrique disse...

O Cruzeiro foi dominado no segundo tempo. Eu não esperava que a equipe do Luxa jogasse tão bem, mas deu Cruzeiro que na minha opinião tem mais time. Cara, chato foi ter aguentar o Milton Neves no programa dele enchendo o saco por causa do erro de arbitragem que prejudicou o Galo. Parecia o fim do mundo pra ele.

Abraços

carol sakurá disse...

O Galo jogou bem,teve algusn probleminhas com a arbitragem,mas ainda precisa de acertos no meio de campo.
Bjos!

Pedro disse...

Acabei de linkar seu blog, no meu...

Se você linkar tá um toque no blog lá!

Valeu

http://jogandohumor.blogspot.com/

André Peixoto disse...

Olhando melhor os lances hoje, o juiz errou para as duas equipes.

O bandeira anulou um gol legítimo do Tardelli.
O primeiro gol do Atlético estava impedido.
Werley e Kléber deveriam ser expulsos.


Dentre outros...

Valeu pelo especial de vocês.

Abraços.

Michel Farias disse...

Foi um resultado merecido mas não podemos negar que o Atlético foi prejudicado, foi SIM. Agora também não podemos negar que o Cruzeiro tem um plantel melhor, por isso mereceu.

Abraços!!!

http://ofuteboleoscariocas.blogspot.com/

Lílian Alcântara disse...

Não nego que o Atlético foi prejudicado, mas o Cruzeiro também foi. Sendo assim venceu o melhor time do mesmo jeito. FIMDEPAPO

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More